Contexto

Já faz tempo que o Planeta Terra vem sinalizando que estamos vivendo de uma maneira nada sustentável e que o reflexo de nossas ações vem exaurindo a natureza além do que os ecossistemas conseguem se regenerar. O esgotamento dos recursos naturais e os impactos negativos da degradação ambiental, sem falar nos desafios das mudanças climáticas, estão afetando e colocando em risco, não só a sobrevivência dos sistemas biológicos, como a própria raça humana. Os excessos estão se tornando cada vez mais evidentes. A boa notícia é que tem muita gente colocando esforços para tentar reverter essa situação.

Conferências e cúpulas das Nações Unidas, entre outros tratados, pactos e declarações internacionais visam estabelecer metas e tomar medidas urgentes para a conscientização dos povos e necessidade de mudança. Exemplo disso é a Agenda 2030, acordada em 2015, que traz 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e 169 metas associadas, e conta com o comprometimento de todos os países atuando em parceria colaborativa para conseguir avançar com melhorias no prazo de 15 anos.

Mas não são apenas as grandes potências mundiais que estão fomentando a necessidade de ações voltadas às questões socioambientais. Muitas organizações, instituições e empresas dos diversos setores estão trabalhando em prol dessa transformação que queremos ver.

Pensando em fazer parte dessa mudança, há mais de duas décadas a Fundação Grupo Boticário (FGB) trabalha em todo o Brasil, sensibilizando a sociedade sobre os assuntos de cunho ambiental e promovendo ações pela conservação da natureza. Dentre as diversas iniciativas realizadas pela FGB, está o Programa Oásis, lançado em 2006, cujo objetivo é contribuir para a redução da perda de biodiversidade – que tem impacto direto na economia e na sociedade –, sendo o Oásis uma das primeiras iniciativas de pagamento por serviços ambientais (PSA) ligadas à biodiversidade e à água.

Em 2018 a Fundação lançou um processo de fomento a iniciativas multi-atores visando potencializar as Soluções baseadas na Natureza (SbN) em diversas partes do Brasil. Os aprendizados e ganhos que surgiram desse movimento colaborativo incentivaram a Fundação a pensar em um desafio ainda maior para 2019 – realizar um Lab de Inovação Multiatores para fortalecer a segurança hídrica e resiliência marítimo costeira da Baía de Guanabara.

Para concretizar essa ideia, a FGB conta com a parceria da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea). O objetivo maior é reunir atores-chaves que atuam ou têm algum tipo de influência na região para alavancar ações inovadoras em SbN. Identificar formas de conservação e recuperação das zonas naturais na Região Hidrográfica da Baía de Guanabara, suas sub-bacias e área costeiro marinha. Com isso, promover um aumento da segurança hídrica, o desenvolvimento econômico e o bem-estar social dos que ali residem.

 

O que é um Lab de Inovação?

Para impulsionar a mudança que queremos ver, estamos propondo um Lab que é sustentado por uma visão sistêmica, diálogo e sabedoria coletiva.

O principal diferencial de um Lab de Inovação Multiatores é o engajamento de diversos atores para o desenvolvimento de iniciativas de cooperação – novas ou já existentes.

Olhando para contexto e desafios da Região Hidrográfica da Baía de Guanabara, o Lab propõe alavancar a inovação e redes amplas de colaboração para o desenvolvimento de projetos integrados com potencial de gerar mudanças sistêmicas. Isso, através de investigação, conversas, cocriação, redes de contatos e governanças novas entre os atores envolvidos.

 

Para quem é?

Governo

Grandes

Empresas

Terceiro

Setor

Startups

Academia

Setor

Financeiro

Mídias e

Imprensa

Comunidade

O trabalho em rede e cooperativo é o coração do Lab. Por isso, é fundamental compor um grupo com representantes dos setores público, privado e terceiro, que possa contribuir e compartilhar experiências, promovendo uma troca rica de conhecimentos. A partir daqui, dá-se início a construção de uma visão conjunta para focar em projetos que visem tratar alguns dos problemas identificados na Baía de Guanabara.

Se você possui agendas socioambientais, tem atuação ou interesse na região da Baía de Guanabara e sentiu-se chamado, preencha o formulário de inscrição e aguarde um novo contato da organização.

 

Objetivos

Promover cooperação multisetorial focada em fortalecer a segurança hídrica e resiliência marítimo costeira da Baía de Guanabara, por meio de ações de SbN, com o intuito de:

  • Sensibilizar, integrar e engajar atores estratégicos;

  • Desenvolver um ecossistema de cooperação e ações conjuntas, promovendo maior integração entre os setores da sociedade;

  • Identificar e gerar ideias inovadoras para solucionar os principais problemas da região;

  • Acelerar iniciativas com alto grau de impacto e potencial de ganhar escala;

Com base nos desafios detectados para a aplicação de Soluções Baseadas na Natureza na região da Baía de Guanabara, foram identificadas 5 alavancas que podem destravar a sua implementação.

Demonstrar os benefícios 

da Infraestrutura Natural e Soluções Baseadas na Natureza para garantir a segurança hídrica

Sensibilizar e engajar a população e os diversos atores em relação aos desafios socioambientais e suas potenciais soluções

Desenvolver e atrair Fontes de Financiamento para Infraestrutura Natural e Soluções Baseadas na Natureza

Construir capacidades

para implementação de Infraestrutura Natural e Soluções Baseadas na Natureza

Gerar oportunidades de negócio com base em Infraestrutura Natural e Soluções Baseadas na Natureza

 

O Lab tem como proposta 4 etapas ilustradas a seguir e um cronograma de execução que se estende até dezembro de 2019.

Formato

ETAPA 1

Encontro inicial (01 e 02/08/19)

ETAPA 2

Encontro pós-ideação (02/09/19)

ETAPA 3

Potencialização dos projetos (setembro a novembro)

ETAPA 4

Fechamento do programa

Ago

Set

Out

Nov

Dez

ETAPA 1 – Encontro inicial (01 e 02/08/19)

O primeiro encontro será um momento para ativar o grupo, construir relações, criar um entendimento conjunto sobre o contexto a ser trabalhado e visualizar possibilidades a partir da exploração das necessidades e potenciais de cada organização. Durante os dois dias os participantes serão conduzidos por uma jornada de aprendizado, com uma série de conteúdos, além de espaços de diálogo e cocriação, a fim de conceberem, ainda em um nível de ideia, novos projetos em conjunto. As ideias de projeto terão como ponto de partida as 5 alavancas pré-identificadas e deverão ter como objetivo fortalecer a segurança hídrica e a resiliência costeiro-marítima da região da Baía de Guanabara.

 

ETAPA 2 – Encontro pós-ideação (02/09/19)

O segundo encontro tem como foco o detalhamento dos projetos conjuntos idealizados no primeiro encontro e construir um plano de implementação em escala piloto.

 

ETAPA 3 – Potencialização dos projetos (setembro a novembro)

O processo de potencialização dos projetos se estende por três meses (setembro a novembro) e consiste em um acompanhamento intenso individual das iniciativas a ser realizado pelo time do Sense-Lab e mentores externos, conforme necessidade mapeada. Check points remotos, webinars conceituais, inserções de conteúdo e referências fazem parte do processo para abastecer as equipes com conhecimentos específicos de alianças estratégicas, modelos de governança, vetores de impacto, mecanismos financeiros, negócios baseados em SbN, e outras abordagens relevantes para o tema.

A equipe responsável por esse acompanhamento focará as energias nos projetos com potencial de gerar impacto e criação de mudanças sistêmicas, com maior número de membros engajados e que tenham chances reais de atingirem seus objetivos.

ETAPA 4 Fechamento do programa
Apresentação dos projetos e suas evoluções / Avaliação dos resultados do Oásis Lab Baía de Guanabara / Próximas etapas do Oásis Lab

 

Resultados esperados

Geração de conhecimento

Veja mais

Construção e expansão de redes de cooperação

Veja mais

Desenvolvimento de

projetos conjuntos

Veja mais

Alavancagem de projetos já existentes.

Veja mais

Logo Rede Oasis.png